Comunicado de imprensa

Luxemburgo, sexta-feira 18 de Junho de 2021

As provas para o 28º Concurso Mundial começaram esta sexta-feira, 18 de Junho. Enquanto a pandemia continua e a organização de eventos de grande escala continua a ser um desafio, o Concurso Mundial de Bruxelas optou por se reinventar, mantendo uma organização impecável, no interesse do sector vitivinícola. Durante 9 dias, mais de 300 juízes internacionais irão revezar-se para provar os 10.000 vinhos em competição.

Apesar das muitas dificuldades encontradas com a crise sanitária, o Concurso Mundial de Bruxelas continua a oferecer aos produtores um instrumento de marketing eficaz que é reconhecido pelo público em geral. O cancelamento de festivais, exposições e eventos comerciais tem dificultado o desenvolvimento da indústria do vinho. Ao realizar um concurso este ano, a organização está a fazer o seu melhor para transmitir uma mensagem positiva e promover a rica diversidade cultural do vinho. Mais do que nunca, os produtores têm demonstrado confiança no Concurso Mundial de Bruxelas, como o demonstra o grande número de entradas. Pela primeira vez desde a sua criação, foi aprovada a marca simbólica de 10.000 vinhos registados.

Mais de 10.000 vinhos, um novo recorde

Um bom milhar de vinhos rosé já foram julgados numa prova antecipada. Ao realizar esta sessão antes do início da Primavera, o objetivo era responder às necessidades do mercado e ao interesse crescente dos consumidores por vinhos rosados. Isto fornece aos produtores premiados os instrumentos de promoção e marketing necessários assim que os vinhos chegam ao mercado. 9.000 vinhos ainda estão prontos para serem provados durante os 9 dias de competição. Este ano, as sessões de degustação do Concurso Mundial de Bruxelas realizam-se no Grão-Ducado do Luxemburgo.

Luxemburgo, um pequeno país de grandes vinhos

As encostas das vinhas luxemburguesas estendem-se por uma faixa de 42 quilómetros ao longo do rio Mosela, de frente para a Alemanha. Não é por acaso que o vale do Mosela luxemburguês, a principal região vinícola do Grão-Ducado, é um dos principais destinos turísticos do país. A rota do vinho do Mosela luxemburguês e a beleza espectacular da paisagem da vinha, delimitada pelo leito do rio Mosela, tornam esta zona única e favorecem o enoturismo. De Schengen no sul a Wasserbillig no norte, cerca de 340 agricultores cultivam cerca de 1280 hectares de vinha, 90% dos quais são plantados com castas utilizadas para fazer vinhos brancos. Os provadores poderão descobrir as maravilhas das vinhas luxemburguesas durante as visitas organizadas em estrita conformidade com as normas sanitárias em vigor.

Sobre a competição:

O Concurso Mundial de Bruxelas é um concurso internacional no qual mais de 10.000 vinhos são apresentados por produtores para serem provados e avaliados por um painel de peritos. Os nossos provadores experientes provam os vinhos em competição. A sua única palavra de ordem: distinguir vinhos cuja qualidade é irrepreensível, sem prejuízo relacionado com o rótulo ou o prestígio da denominação. O Concurso está entre os eventos internacionais mais importantes do seu género.

Contacto para imprensa:

Charles Piron
Charles.piron@vinopres.com
Tel : +32 (0) 2 533 27 65 | Mob. +32 478 54 83 13