Comunicado de Imprensa
Bruxelas, 16 de Setembro de 2021

A Calábria, e mais particularmente a Cidade de Cosenza, recebe a sessão principal do concurso, consagrado aos Vinhos tintos e brancos. A região espera receber cerca de 350 provadores entre os dias 19 e 22 de Maio de 2022.  As equipas do Concours Mondial de Bruxelles esperam poder voltar a uma organização tradicional, no coração de uma região onde a tradição vinícola é secular.

A decisão foi anunciada esta quinta-feira, dia 16 de Setembro , o Concours Mondial de Bruxelles vai posar as malas em Consenza para a edição de 2022. A Organização do Concours Mondial de Bruxelles conta a partir deste ano com 4 sessões distintas ( categoria dos rosés em Março, Brancos e Tintos em Maio, Espumantes em Junho e fortificados em Setembro)  por forma a avaliar ainda com mais atenção e profissionalismo cada tipo de vinho . As avaliações são confiadas a peritos especializados, selecionados como sempre, pelo seu conhecimento e aptitude a provar os vários tipos de vinho, consoante as suas especificações.

Calábria, o berço do vinho

A historia do vinho na Calábria começa há mais de 2500 anos. Esta região mediterrânica, situada entre mar e montanhas, foi sempre considerada como um « terroir » vitícola. A calábria respondia outrora, ao nome de Enotria – « A Terra do Vinho » ou «Terra onde se cultiva a vinha » . Os vinhos calabreses eram muito apreciados durante a Antiguidade , sendo oferecidos aos vencedores dos Jogos Olímpicos. O povo conhecia e cultivava a vinha, mesmo antes das invasões gregas que trouxeram com eles os conhecimentos vinícolas.

O ADN do vinho ainda é muito presente e tangível nesta terra. Graças ao conhecimento profundo dos habitantes locais pelo vinho, a Calábria representa hoje, uma mancha importante na historia do vinho, sendo alias visíveis vários vestígios desta tradição nas estações arqueológicos .   No coração da Calábria, a província de Conseza é considerada como um jardim botânico, escondido entre o  mar Leonino e o mar Tirreno, e entre as montanhas do Pollino e as planícies da Sila. Neste clima único, cultivam produtos de excelência. Desde tomates doces a alcaçuz, das azeitonas aos cítricos perfumados sem por isso, esquecer a vinha.   A  zona vitícola de Cosenza situa-se a norte da Calábria, sendo a maior da região com vinhas entre  500 e 700 metros de. A casta mais emblemática da região é o  Magliocco Canino que da aos vinhos um perfume de amora e especiarias .

Esta 29° edição do Concours Mondial de Bruxelles é uma parceria com a Região da  Calábria, l’ARSAC (azienda regionale per los viluppos dell’agricoltura calabrese), a Câmara de Comércio e da Industria de Cosenza, o Consorcio Terre di Cosenza e a Cidade de Rende.

Sobre o concurso:
O Concours Mondial de Bruxelles é um concurso internacional no qual mais de 10.000 vinhos (incluindo a sesssão antecipada do CMB dos Rosé) apresentados por produtores para serem provados e avaliados por um painel de especialistas. Os nossos provadores experientes provam os vinhos em competição. A sua única palavra de ordem: distinguir vinhos cuja qualidade é irrepreensível, sem prejuízo relacionado com o rótulo ou o prestígio da denominação. O Concurso está entre os eventos internacionais mais importantes do seu género.

Contato de imprensa :

Charles Piron
Charles.piron@vinopres.com
Tel : +32 (0) 2 533 27 65