Derniers Articles

Rende, Cosenza dá as boas-vindas a 310 provadores internacionais de vinho
As inscrições estão abertas
07 Nov 22
Rende, Cosenza dá as boas-vindas a 310 provadores internacionais de vinho
O futuro dos vinhos doces e fortificados
04 Nov 22
Rende, Cosenza dá as boas-vindas a 310 provadores internacionais de vinho
Participar no Wine Paris
21 Oct 22

Rende, Cosenza dá as boas-vindas a 310 provadores internacionais de vinho

Rende, Cosenza dá as boas-vindas a 310 provadores internacionais de vinho

A sessão de vinhos brancos e tintos do Concurso Mundial de Bruxelas começa hoje na cidade deRende, Cosenza. Mais de 7370 vinhos de quase 40 países estão a competir este ano. O painel internacional do júri contém 310 peritos em vinho de 45 nacionalidades diferentes.

“Há quase 30 anos que o nosso concurso internacional orienta os consumidores na escolha de vinhos de alta qualidade a nível mundial”, sublinha Baudouin Havaux, presidente do Concurso Mundial de Bruxelas. “Estamos convencidos de que a esplêndida região da Calábria não deixará de surpreender todos os envolvidos na competição deste ano e constituirá um valor acrescentado para o prestígio do Concurso Mundial de Bruxelas”.

Com quase 1400 vinhos, a Itália classificou-se em segundo lugar no que diz respeito ao número de inscrições logo a seguir à França (1645) e à Espanha (1368). De todas as 21 regiões italianas concorrentes da Calábria destaca-se a sua participação. O anfitrião do concurso superou o número de amostras mesmo à maior região produtora de vinho da Itália – Veneto, embora a produção anual de vinho da Calábria de 96.600 hl por ano seja muito inferior à produção de Veneto (11.717.000 hl).

“Não é apenas a minha cidade, mas toda a Calábria que acolhe este evento muito importante, que diz respeito a aspectos fundamentais da nossa região, alimentação e vinho, turismo, raízes e história. A Calábria tem a ambição de se afirmar, de se dar a conhecer e de mostrar os seus tesouros não descobertos”, explica o presidente da câmara de Rende, Marcello Manna.

“O Concurso representa uma grande oportunidade de visibilidade para a nossa bela região e, ao mesmo tempo, permite-nos oferecer uma experiência concreta e autêntica num território rico e multifacetado”, declara o Ministro da Agricultura da Calábria, Gianluca Gallo.

Toda a região uniu esforços para fazer dos cinco dias do concurso um verdadeiro sucesso para os provadores e para a imagem da Calábria. Vai tão longe que o famoso mixologista Gianfranco Cacciola viajará de Veneza para honrar a sua região e participará na promoção dos produtos locais com um cocktail especialmente criado para os provadores do Concurso Mundial de Bruxelas 2022. Além disso, o guitarrista e compositor Francesco Loccisano compôs a música para acompanhar a entrada dos sommeliers durante a cerimónia de abertura do Concurso Mundial de Bruxelas. A peça mostra a tradição musical local, em particular a Tarantella e a Chitarra Battente.