Derniers Articles

Vinhos espumantes da Bairrada na ribalta
Participar no Wine Paris
26 Jul 22
Vinhos espumantes da Bairrada na ribalta
SOS – Salvar os nossos vinhos doces!
20 Jul 22
Vinhos espumantes da Bairrada na ribalta
O Concurso Mundial de Bruxelas revela os melhores vinhos espumantes do ano
07 Jul 22

Vinhos espumantes da Bairrada na ribalta

Jun 27, 2022
Partager sur
Vinhos espumantes da Bairrada na ribalta

Portugal é conhecido principalmente pelos seus vinhos tintos ricos e profundamente coloridos e pelo seu Vinho Verde, mas ao longo da última década a indústria portuguesa de vinhos espumantes sofreu uma revolução, transformando uma categoria até então pouco notável num dos estilos de vinho mais excitantes da Europa. Graças a avanços tecnológicos significativos e novos investimentos no mercado, a produção de vinhos espumantes no país tem aumentado muito nos últimos anos.

“Há alguns anos, apenas a região da Bairrada e de Távora-Varosa demonstravam uma produção significativa de vinhos espumantes”, explica Frederico Falcão, Presidente da ViniPortugal. “Atualmente, todas as regiões de Portugal produzem vinhos espumantes, cuja qualidade tem aumentado imensamente graças à investigação de terroir e a um melhor conhecimento das uvas”.

Mais de 53% dos espumantes portugueses provêm da região da Bairrada, o que equivale a cerca de 7,5 milhões de garrafas. A sua proximidade com o Atlântico torna a Bairrada altamente adequada para a produção de vinhos espumantes de primeira qualidade. Os efeitos moderadores das brisas oceânicas e a amplitude diurna de 20 graus no Verão permitem que as uvas mantenham uma acidez elevada, conferindo frescura aos vinhos resultantes. Em termos de perfil do solo, a maioria das vinhas da Bairrada têm solos ricos em calcário e argilosos, muito bem adequados à produção de vinhos espumantes.

Segundo Frederico Falcão, a produção de vinho espumante na região da Bairrada começou já em 1890: “A escola de vinhos da Bairrada começou a investigar e estudar vinhos espumantes no final do século XIX, encorajando assim os viticultores locais a produzir vinhos neste estilo”.

48% do vinho espumante produzido na Bairrada é certificado DOC Bairrada Espumante.  Existem 28 uvas autorizadas na denominação, mas a maioria dos vinhos espumantes são produzidos a partir de Baga, Maria Gomes, Bical, Chardonnay ou Pinot Noir. “Baga é uma uva local, que encontra a localização perfeita nos solos calcários da Bairrada e é, de facto, a casta principal da região. Produz vinhos espumantes elegantes e complexos com uma acidez equilibrada”, relata Frederico Falcão.

“A Bairrada é a única região em Portugal onde o consumo de vinho espumante é constante durante todo o ano”, assinala Frederico Falcão. “Embora o vinho espumante ainda seja muito sazonal, com o pico de vendas por volta do Natal e Ano Novo, o mercado consumidor em todo o país tem vindo a crescer nos últimos anos”.

De 1 a 3 de Julho, a cidade de Anadia reunirá 65 especialistas em vinho representando 26 nacionalidades na Sessão de Espumantes do Concours Mondial de Bruxelles. O painel irá provar e avaliar 960 vinhos espumantes de 23 países de todo o mundo. Portugal já entrou com 80 vinhos.

O presidente da ViniPortugal reconhece a grande oportunidade que o evento proporciona para a exposição internacional: “Esperamos definitivamente que os vinhos espumantes portugueses brilhem neste concurso, mas para além dos resultados, este é um momento importante para demonstrar a excelência dos vinhos espumantes portugueses aos provadores internacionais”.

 

Jun 27, 2022
Partager sur